Russia

Camex decide não levantar barreiras ao aço de China e Rússia

Os oito ministros da Camex (Câmara de Comércio Exterior) decidiram não aplicar as medidas de proteção ao aço brasileiro contra importados de China e Rússia. A decisão é válida por um ano e, após esse período, deverá ser reexaminada.

O grupo de ministros concordou que empresas russas e chinesas praticaram preços desleais ao vender aço ao Brasil entre 2013 e 2015. No entanto, eles decidiram pela não aplicação de barreiras à importação.

Controle onipresente: satélites da Rússia ajudarão a evitar pesca ilegal

No futuro próximo, navios de pesca russos serão controlados a partir do espaço. Nessa conexão, o Ministério do Transporte da Rússia ordenou que todos os navios deste tipo estejam equipados com dispositivos Tral.

O sistema de navegação GLONASS proporcionará a monitorização de navios. Para que seja possível vigiar os navios, o consórcio RSS (Sistemas Espaciais da Rússia) que faz parte da corporação estatal Roscosmos, desenhou o sistema Tral que agora está em desenvolvimento.

Clima extremo ameaça trigo nos EUA e Rússia

Clima extremo ameaça trigo nos EUA e Rússia

As temperaturas extremadamente baixas nos Estados Unidos continuam ameaçando os cultivos de trigo nas principais regiões agrícolas do País.

O clima extremado está dando suporte aos preços no mercado de Chicago, segundo avaliação da Consultoria Trigo & Farinhas. De acordo com a T&F, o mercado de trigo tem sido impulsionado pelas temperaturas abaixo de zero nas planícies norte-americanas, além dos prognósticos de que continue a falta de umidade.

Tillerson anuncia negociações importantes com a Rússia sobre tratados bélicos

Os EUA e a Rússia têm negociações "muito importantes" antes dos tratados INF (Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário) e START (Tratado Estratégico de Redução de Armas), disse o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson.

"Estamos planejando negociações muito importantes sobre o Tratado START e o Tratado INF", disse o chefe da diplomacia dos EUA em entrevista à CNN.

Comentando o panorama das relações com a Rússia, Tillerson disse que pretende se concentrar nas questões mais importantes, como a Síria, a Ucrânia e a estabilidade na Europa Oriental.

Rússia não levantará sanções a carne brasileira

Serviço Federal de Controle Veterinário e Fitosanitário (Rosselkhoznadzor) nega que a autorização para exportar trigo ao Brasil tenha sido moeda de troca para importação de carne do país.

Neste ano, devido a problemas na colheita, o Brasil terá que comprar mais de 7 milhões de toneladas de trigo. Assim, a decisão das autoridades de diminuir as restrições sobre as importações da Rússia parece compreensível.

Trump gostaria de receber ajuda da Rússia no que diz respeito à Coreia do Norte

O presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que gostaria que a Rússia ajudasse na resolução do problema ao redor da Coreia do Norte, informou a agência Reuters.

"Adoraríamos receber a ajuda em relação à Coreia do Norte. A China está ajudando, a Rússia não está. Gostaríamos de contar com ajuda da Rússia, é muito importante", disse Trump em entrevista a jornalistas quando perguntado sobre a conversa telefônica com o presidente russo que aconteceu na quinta-feira (14).

Rússia e China podem vir a arquitetar apocalipse do bitcoin em 2018

Moscou e Pequim tomarão medidas bruscas contra o bitcoin, o que resultará no colapso da criptomoeda no ano que vem, prevê Saxo Bank. Todos os anos, no mês de dezembro, este banco faz previsões absurdas.

O Saxo Bank prevê que, em 2018, cada bitcoin vá custar US$ 60 mil (R$ 199 mil, na conversão atual) com capitalização de mercado superior a 1 trilhão de dólares (R$ 3,3 trilhões, na conversão atual). Depois da façanha da moeda virtual, de acordo com o banco, a Rússia e a China vão unir forças para atacá-la.

Empresas de Rússia e China estudam parceria com governo do Pará para construir ferrovia

Duas empresas chinesas e uma russa já demonstraram interesse e estão estudando o projeto de construção de linhas férreas de mais de mil quilômetros no estado do Pará, cujo contrato deverá ser assinado na primeira metade do ano que vem.

Páginas